Projeto Balde Cheio

O principal objetivo do Programa Balde Cheio é promover o desenvolvimento da pecuária leiteira, utilizando como principal ferramenta a transferência de tecnologia para técnicos de campo dos serviços de extensão rural locais, de entidades públicas e privadas, que servirão como multiplicadores desse conhecimento.

É realizada Capacitação dos técnicos de campo dos serviços de extensão rural locais, de entidades públicas e privadas; Capacitação de produtores de leite na Formação Profissional Rural (FPR) e nos Programas Mercado Leite e Gestão da Pecuária Leiteira; Difusão do conhecimento junto aos produtores de leite; Maior interação entre produtores e técnicos, bem como entre as entidades parceiras e o Sistema Faeg/Senar; Além de contribuir para tornar disponíveis pesquisas orientadas à atividade leiteira, buscando a otimização dos sistemas de produção de leite no Estado de Goiás.

Os interessados no Programa Balde Cheio precisam demonstrar interesse entrando em contato com o coordenador do projeto pelo Sistema Faeg/Senar-Goiás, Marcos Bragança, no telefone: (62) 3545-2623, ou e-mail: marcos@faeg.com.br.

  1. O Município interessado pode entrar em contato com o Sindicato Rural da região que encaminha um pedido formal (ofício) ao Sistema Faeg/Senar, onde não houver Sindicato o ofício deverá ser encaminhado diretamente ao Sistema Faeg/Senar;
  2. Programação de uma visita ao município interessado, pelo Coordenador estadual do Projeto para apresentação do Balde Cheio aos Dirigentes do Parceiro, aos produtores rurais interessados e aos técnicos de campo locais;
  3. O Parceiro deverá ter um grupo constituído de dez a vinte produtores de leite que serão assistidos pelo projeto;
  4. Disponibilizar um Técnico de Campo no município (Agrônomo, Veterinário, Zootecnista, Técnico em Agropecuária);
  5. Agendamento da 1º visita do Especialista Técnico do Balde Cheio, para definir a unidade demonstrativa e início do Projeto Balde Cheio no município.

Lançado em agosto de 2010 durante o seminário Goiás Mais Leite, realizado pelo Sistema Faeg/Senar, o projeto usa Tecnologia do Programa Balde Cheio desenvolvida na Embrapa Pecuária Sudeste.